Amor é música é amor
é calda é sumo:
infinitas cores
de sol verão.
Amor é brisa, amor é bálsamo
é fogo e ardências,
e não se vê
e mas se sente.
Amor é luz, amor é paz
de rosazul
da alma gêmea.
Amor é ânsias
de luz e tez.
Coração e mel,
é luz e cheiro
de palavras ternas.
É trocar de hálitos,
permutar momentos.
Amor é tudo, amor é mais.
Amor é sim, amor é assim.
Matéria vida,
Infinitude

Wanderlino Arruda